sexta-feira, 15 de julho de 2016

SESI Jundiaí - SP - informa

Olhe só que oportunidade boa o SESI Jundiaí /SP está oferecendo. Mas, atenção: as inscrições se encerram no dia 5 de agosto próximo. Pra você que vai fazer o curso: BOA SORTE!



SESI-SP INSCREVE PARA CURSO GRATUITO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS
E ADULTOS EM TODO O ESTADO

Programa foi reformulado e passa a ser totalmente a distância, com acompanhamento de tutores e diversos conteúdos interativos. Inscrições podem ser realizadas em 117 endereços da entidade até o dia 5 de agosto.             

O SESI-SP está com inscrições abertas para o projeto de Educação de Jovens e Adultos (Eja) para o Ensino Fundamental até o dia 5 de agosto. O programa, gratuito, foi totalmente reformulado e tem várias novidades.
A primeira é que fará uso de um ambiente virtual de aprendizagem, permitindo que o estudante acesse o curso por meio de qualquer computador. Dessa forma, o estudante poderá participar de atividades colaborativas, ler as orientações, verificar o quadro de avisos do curso, tirar dúvidas com os tutores, trocar mensagens e baixar arquivos de texto. Também é possível ler o material por meio de dispositivos móveis, como celulares e tablets.
A segunda novidade é que os participantes serão acompanhados por tutores de Educação a Distância por área de conhecimento – Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática. As únicas etapas presenciais do programa serão as provas processuais.
As inscrições são semestrais e serão realizadas em 117 endereços distribuídos em todo o estado. O endereço das escolas está disponível no site www.sesisp.org.br.
A Educação de Jovens e Adultos é voltada a atender o público que não conseguiu concluir seus estudos na época apropriada, mas deseja recuperar o tempo perdido e continuar estudando. No Ensino Fundamental a grade total tem 1.600 horas, o equivalente a 24 meses, e o pré-requisito para se matricular é ter 15 anos completos na data da matrícula. O aluno poderá aproveitar os estudos anteriores (do 6º ao 9º ano, se comprovados pelo Histórico Escolar) e concluir o curso em tempo inferior ao previsto, mas o tempo mínimo de duração é de 6 meses.

     
Assessoria de Imprensa SESI-SP e SENAI-SP / FIESP
Jornalistas: Rosângela Gallardo (MTb. 23.025); Alex de Souza (MTb 57.880)
Outros contatos:
Telefone: (11) 3146-7702 / 7706 / 7724

terça-feira, 31 de maio de 2016

PROFESSOR NATO

Olá! 

Volto com uma reportagem que me encantou. A adolescência, uma época de dúvidas, incertezas e revoltas, por vezes nos surpreende. Veja só!

Menino de 14 anos ensina pai, avó e vizinhos a ler em zona rural de GO

G1 - 19/06/2015 - Blog do Galeno Amorim.
Quando terminam as aulas do estudante Janiel Vieira, de 14 anos, no período da manhã, ele começa uma nova maratona no povoado de Cabeceira Alta, a 80 km de Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Após adquirir aprendizados na escola, ele usa o período da tarde para repassar o que sabe aos outros. Foi desta forma que ele alfabetizou o pai, a avó e alguns vizinhos da comunidade rural onde vive.
O adolescente, que sonha se formar em pedagogia, improvisou um espaço no fundo do quintal de casa e criou sua própria sala de aula. Com livros doados pela escola onde estuda, ele ensina um grupo a ler e escrever. "No momento em que estou ensinando, também estou aprendendo. Vou levar isso para o resto da minha vida", diz o menino.
Além da leitura, o pai de Janiel, o trabalhador rural Jerônimo Vieira, também aprendeu matemática com o filho. "A divisão eu aprendi com ele. Não sabia nada e com ele eu aprendi muito", diz, orgulhoso.
Já a aposentada Claudina Cabral, avó de Janiel, teve o privilégio de receber aulas particulares. Com livros emprestados e usando as paredes de placa como quadro negro, ela aprendeu a ler. "Depois que ele começou a me dar aula, eu melhorei muito. Fico muito entretida com as aulas dele", conta.
Monitor
O estudante ainda concilia as aulas na comunidade com o cargo de monitor para alunos menores na escola. Uma das atividades que ele mais gosta é o cantinho de leitura, onde mostra às crianças que é possível viajar mesmo sem sair de onde está.
"Ele ajuda a gente a aprender algumas palavras que a gente ainda não sabe. É uma coisa diferente, onde a gente nunca foi e pode ir ao mundo da leitura", diz Adriele Cabral, de 8 anos.
Professor de Janiel, Renato Prado não mede elogios ao falar do garoto e conta que vai tentar ajudá-lo em seu maior desejo. "Ele tem o sonho de fazer pedagogia e voltar para Cabeceira Alta como professor. Nós vamos abrir todas as portas e incentivá-lo sempre que possível", diz.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Ainda sobre o projeto VIVA SP

Olha eu aqui, de novo!

Temos só 22 dias para conseguir a quantia necessária para a concretização do projeto VIVA SP. Se você puder divulgar, agradeço e deixo um beijo.

Veja a matéria abaixo, feita pelo Jornal da Cultura:



quarta-feira, 30 de março de 2016

PROJETO VIVA SP

Olá, amigos!
O projeto Viva SP - Biografia colaborativa de São Paulo, trata-se de histórias escritas por moradores de terceira idade, da cidade de São Paulo. Suas experiências e vivências relatadas.
Caso se atinja o valor pretendido, essas histórias serão lançadas em forma de livro e darão aos seus autores a oportunidade, talvez única, de mostrarem seu trabalho ao público.
Entrem no site Catarse e saibam mais a respeito da biografia coletiva de São Paulo, idealizada pela Gab...
Ver mais
Mais do que uma coletânea sobre SP: uma biografia viva da cidade - ajude a contar essa história!
catarse.me

quarta-feira, 16 de março de 2016

Prêmio Vivaleitura

Prêmio Vivaleitura pagará R$ 25 mil para projetos de leituras.

É o que informa o blog do Galeno Amorim, jornalista, escritor e Diretor Geral do Observatório do Livro e da Leitura)

"As pessoas que desenvolvem algum projeto de incentivo à leitura poderão participar do 8º Prêmio Vivaleitura, que está com inscrições abertas até o dia 13 de março. O prêmio destinará R$ 25 mil para cada vencedor das quatros categorias e a inscrição será no site www.premiovivaleitura.org.br.


Vale a pena tentar, não acha? Afinal, um prêmio como esse, na área de literatura, nos dias atuais é um achado. BOA SORTE!
 

sábado, 23 de janeiro de 2016

CATÁLOGO DE BOLONHA 2016

Fiquei encantada com a notícia de que meu livro BRASÍLIA, UMA VIAGEM NO TEMPO, lançado pela Editora do Brasil, no final de 2015, foi selecionado para o CATÁLOGO DE BOLONHA 2016.
Bolonha é a feira de livros infantis e juvenis mais importante do mundo. Assim, ter um livro nesse catálogo é um verdadeiro prêmio.
E vamos nós pra Bolonha: o livro, o ilustrador Daniel Araújo, o meu editor Gil Vieira Sales, o Clécio, da editora do Brasil, os divulgadores e todos os que trabalharam no projeto.
 Beijos e até a próxima postagem.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

INAUGURANDO 2016

Oi, tudo bem?
Antes que me esqueça, FELIZ ANO NOVO!!!

E para inaugurar o ano,
saidíssimo do forno, apresento meu novo livro pela Editora Melhoramentos: SEGREDOS. Faz parte, juntamente com outros autores, de uma coleção incrível sobre álcool e drogas chamada DOCES VENENOS, que teve a consultoria da psicóloga Lídia Rosemberg Aratangy. 
A coleção Doces Venenos foi feita para ser apresentada a governos, prefeituras, etc. É composta de quatro livros, do sexto ao nono ano, e acompanhada de uma oficina para professores. Os interessados no projeto podem ligar diretamente para a Editora Melhoramentos: (11) 3874-0880 ou sac@melhoramentos.com.br.
 
E começamos 2016 com toda força!